terça-feira, 7 de março de 2017

Elenco do Titans para 2017


O elenco do Titans está próximo de mudar bastante. A partir da próxima quinta-feira, 9, a equipe poderá assinar com os jogadores que estão sem contrato. Há vários nomes bons disponíveis e abaixo você pode ver uma análise de todos os setores do time. Confira:

Quarterback

2016: 2 (Mariota, Cassel)
2017: 2 (Mariota, Cassel)

Ao que tudo indica, o Titans tinha outros planos para o seu grupo de QBs, mas com a contusão de Mariota, o time se viu obrigado a renovar com o veterano Cassell, jogador que vai ser o reserva do nosso grande astro até 2018.

Wide Receiver

2016: 6 (Matthews, Sharpe, Johnson, Wright, Douglas, Mariani)
2017: 4 (Matthews, Sharpe, Douglas, McBride)

Dez em cada dez torcedores do Titans sabem que o time precisa de novos WRs. Matthews e Sharpe são bons jogadores, porém o restante do grupo é inútil. Wright sai sem deixar saudades, e eu espero que Douglas tenha o mesmo destino.

Rumores dizem que Robinson está tentando uma troca pelo Brandin Cooks, do Saints, WR que chegaria a Nashville com status de titular absoluto. Mesmo perdendo a quinta escolha no draft, o Titans ainda pode encontrar bons valores na primeira rodada. Opções não faltam e podem esperar reforços neste setor.

Ofensive Tackle

2016: 3 (Lewan, Conklin, Kelly)
2017: 3 (Lewan, Conklin, Kelly)

Setor mais forte do elenco. Não há necessidade de nenhum reforço.

Ofensive Guard

2016: 3 (Spain, Kline, Tretola)
2017: 3 (Spain, Kline, Tretola)

Spain e Kline foram surpresas agradáveis, em 2016, porém acho que a chegada de um jogador para competir com eles uma decisão inteligente. Tretola tem todos os atributos físicos para ter uma carreira boa na NFL, mas vai precisar evoluir bastante se quiser ficar no elenco este ano.

Center

2016: 2 (Jones, Schwenke)
2017: 1 (Jones)

Aqui o Titans precisa de ajuda. Jones é um ótimo jogador, porém é o único center no elenco. Schwenke, que também pode atuar como guard, seria muito bem-vindo em Nashville.

Tight End

2016: 4 (Walker, Fasano, Amaro, Supernaw)
2017: 3 (Walker, Amaro, Supernaw)

Na maioria dos ataques da NFL os TEs não chamam muita atenção, mas no Titans eles são quase protagonistas. O time raramente usa formações com apenas um TE, por isso a diretoria deve ir atrás de reforços. O draft está repleto de bons talentos e eu acho que o time vai escolher um deles. Gostaria de ter o Fasano de volta, mas não seria nada demais deixar ele assinar com outra franquia.

Running back

2016: 4 (Murray, Henry, Andrews, Fowler)
2017: 4 (Murray, Henry, Andrews, Fowler)

Não vejo necessidade de mudanças aqui, mas não acharia ruim trocarmos o Andrews por um RB mais leve e veloz.

Nose Tackle

2016: 2 (Woods, Johnson)
2017: 2 (Woods, Johnson)

Woods é um bom NT, nada além disso, já Johnson conseguiu entrar na rotação dos DLs logo em seu primeiro ano na liga. Gostaria de ver um nome de peso chegando para ocupar a titularidade, mas isso não deve acontecer.

Defensive End

2016: 4 (Jones, Casey,  Klug, Blackson)
2017: 3 (Jones, Casey, Blackson)

Apesar de termos dois jogadores talentosos, Casey e Jones, este é um setor que precisa de muitos atletas. Klug se lesionou gravemente ao final de 2016, por isso acho que não volta. Caso isso se concretize, o Titans precisa ir atrás de uma reposição à altura.

Outside Linebacker

2016: 5 (Morgan, Wallace, Dodd, Orakpo, Bass)
2017: 4 (Morgan, Wallace, Dodd, Orakpo)

Morgan e Orakpo são titulares absolutos e isso não deve mudar. Dodd foi uma decepção, em 2016, mas deve ganhar mais snaps agora que vai participar de todas as atividades da pré-temporada. Como os dois principais OLBs estão há mais de sete anos na NFL, acredito que o ideal seria buscar mais um jogador no draft.

Inside Linebacker

2016: 4 (Williamson, Woodyard, Palmer, Spence)
2017: 2 (Williamson, Woodyard)

Williamson é muito eficiente parando o jogo corrido, mas não consegue cobrir ninguém. Woodyard, por sua vez, é ótimo contra os TEs, porém perde tackles importantes. Apesar de ter recebido muitos snaps, acredito que Spence não retorna. O Titans vai atrás de dois jogadores nessa posição, pode apostar.

Cornerback

2016: 8 (McCourty, Cox, McCain, Blake, Sims, Riggs, Riley, Reed)
2017: 5 (McCourty, Sims, McCain, Riley, Reed)

Aqui está a dor de cabeça do Titans. O grupo de CBs é fraco e vai chegar ao free agency com apenas cinco jogadores. Como temos muito espaço na folha salarial, não faz sentido cortar o McCourthy. Logan Ryan, do Patriots, pode vir, assim como A.J. Bouye, do Texans. Para a nossa sorte, há bons nomes no FA, e no draft a abundância é ainda maior. Se fizer um bom trabalho, o Titans tem tudo para ter uma secundária sensacional.

Safety

2016: 4 (Byard, Stafford, Rashad Johnson, Searcy)
2017: 2 (Byard, Searcy)

A dupla Byard e Searcy dá conta do recado, mas o Dick LeBeu não costuma jogar apenas com dois safeties. Não vejo a necessidade da chegada de um nome de peso para este setor, mas se vier, o Titans não vai estar cometendo nenhum erro.